sábado, 30 de junho de 2018

Este mês em leituras: Junho 2018

E a Feira do Livro já terminou... caminhamos a passos largos para as férias do Verão, com os seus dias preguiçosos de leituras deliciosas.

Livros lidos


Os livros que marcaram o mês

  • Gwenhyfar: O Espírito Branco, Mercedes Lackey - é curioso, a melhor maneira que tenho de explicar este livro é que é como se a Juliet Marillier decidisse escrever sobre lenda arturiana, porque se foca, como esta autora, na realidade histórica e em construir uma base histórica credível para o enredo, sem fugir aos elementos mágicos; é um recontar pouco habitual, porque se foca na Guinevere e na sua vida antes de ser a protagonista da lenda arturiana, mas sempre existindo adjacente a esta; além disso, gostei muito de ver uma Gwen guerreira e destemida e com uma voz própria e distinta;
  • Scandal in Spring, Lisa Kleypas - acho que posso dizer que este é o único livro da autora que genuinamente gostei a sério... com os outros da mesma série encontrei sempre algum defeito, mas neste a premissa é boa e de encontro ao meu gosto, e a execução é boa o suficiente para eu perdoar qualquer defeito (se bem que acho a Lisa excessivamente dramática para o fim dos seus livros, e os problemas que tive com o resto da sua série fazem-me duvidar que a continue a ler...);
  • Just One Day, Just One Year, Just One Night, Gayle Forman - a Gayle é uma escritora bastante dotada, e gosto muito de como ela escreve a parte emocional dos personagens... foi um prazer ler a viagem dupla da Allyson e do Willem ao longo de um ano (mas não tanto a novela... que foi claramente escrita à pressa, sem edição alguma, e soa terrivelmente desajeitada, o que não reflecte a autora);
  • As Coisas Que os Homens Me Explicam, Rebecca Solnit - um conjunto de ensaios muito interessante e actual, que andava muito curiosa por ler; peca por não ter um fio condutor, e por certos ensaios não terem mais sumo (muitos foram escritos como artigos online, originalmente, e gostava que tivessem sido complementados para o formato escrito);
  • A Rapariga Apanhada na Teia de Aranha, David Lagercrantz - curiosamente, faz um trabalho decente a continuar a série e a evocar a trilogia original e a voz do Stieg Larsson, e a manter-se um livro que incita a virar páginas de forma voraz; cativou-me para a leitura e deu-me gosto continuar as aventuras destes personagens;
  • O Assassinato de Roger Ackroyd, Anúncio de Um Crime, Agatha Christie - céus, esta senhora é genial, e não admira que tenha tantos fãs devotos; incidentalmente, fui spoilada pela própria autora para o vilão no primeiro livro (a ASA partilha uma carta dela no início da minha edição em que menciona os seus livros favoritos que escreveu, e ela fala do twist, obrigada ASA pela falta de aviso que ia ser spoilada), mas mesmo assim, foi delicioso de ler o livro, porque mais importante do que o que o narrador diz... é o que não diz, e está construído com mestria, de forma a podermos descobrir antecipadamente o fim, ou ficarmos agradavelmente surpreendidos com o mesmo; no segundo livro não fazia ideia, mas descobri o truque um bocadinho antes, e gosto de poder ler um mistério em que de facto temos hipótese de descobrir a reviravolta, sem ser demasiado fácil.

Aquisições

As compras do mês que não passaram pela Feira do Livro. Os livros em pé foram adquiridos porque tinha um vale da Fnac para gastar, e vieram para casa os livros de enigmas e puzzles que encontrei por lá, mais o livro da N.K. Jemisin, que quero encorajar a publicação deste género (e desta série e autora), especialmente por uma editora que não costuma publicar o mesmo.

Em português temos também ali os livros comprados com dinheiro em cartão Continente. Em inglês os livros de séries/autores que estou a seguir: já tenho ali os livros encomendados do mês passado, mais os deste mês, que estranhamente os CTT têm andado a portar-se mesmo bem, e a entregar-me encomendas do Book Depository ao fim de 8 ou 10 dias (em vez das costumeiras 2 ou 3 semanas, mas não me estou a queixar).

E estou a pensar que me esqueci de acrescentar na foto as revistas Marvel da Goody... (Estão numa das fotos da secção A ler brevemente...)

O restante das compras na Feira do Livro... mais alguma BD da G. Floy, dois livros em promoção da Hora H, e como estava com o bichinho atirei-me a alguns livros da Agatha Christie, também na Hora H.

Fora isso, usei a Hora H para comprar alguns livros de cozinha para a estante da cozinha lá de casa (a fingir um arremedo de adulting). Também comprei o Almanaque Bertrand, um guia de viagem, e uns blocos/livros para colorir.

A ler brevemente

Tenho muito com que me entreter... entre as compras de Junho e os lançamentos de Junho/Julho em inglês que encomendei.

Tenho também sempre BD pronta a cair-me no colo, e as compras da Feira do Livro para complementar. Julgo que não vou ter que encomendar nada até ao fim de Julho em inglês, por isso este é um bom mês para pôr ordem na estante e na pilha de livros por ler.

Sem comentários:

Publicar um comentário