sábado, 27 de abril de 2013

Where You Are, Tammara Webber


Opinião: Depois do final feliz-mas-em-suspenso que a autora nos deu no livro anterior, a Emma e o Graham começam uma relação à distância (ele em Nova Iorque e ela em Sacramento, na California), com a esperança de poderem ficar mais próximos quando a Emma começar a frequentar a universidade em Nova Iorque. Entretanto, a Brooke recruta o Reid para, em conjunto, separarem o Graham e a Emma e ficarem respectivamente com os objectos do seu afecto.

Parece um enredo de telenovela, não é? E é, basicamente, só que a Tammara Webber consegue fazê-lo resultar na história. Quero dizer, passei grande parte de livro louca de fúria e com vontade de que algo de mau acontecesse à Brooke ou ao Reid (ou aos dois, de preferência), por se atreverem a meter no meio do meu casalinho favorito, mas nunca pensei em desistir, porque estava demasiado embrenhada na história para isso acontecer.

Gostei imenso de ler os POVs da Emma e do Graham, por descreverem um casal recém-formado, em êxtase e superapaixonado, sempre a pensar no outro e a contar as horas por se verem outra vez (nem que seja a conversar no Skype). Os POVs do Graham foram especialmente interessantes, porque mostraram finalmente o que ele pensava da Emma e como é que se apaixonou por ela - e tenho a dizer, este rapaz é intenso.

Os outros POVs do livro centraram-se nos co-conspiradores, o Reid e a Brooke. Tivemos oportunidade de perceber melhor porque é que estes dois são tão desvairados, e como é que a história deles terminou. Se bem que não tenho muita vontade de ter pena deles, porque ambos entram em comportamentos auto-destrutivos e quando estão juntos ainda é pior. E nenhuma história de vida triste justifica as maldades que fizeram durante o livro.

Detestei os esquemas deles para separar a Emma e o Graham, porque eram coisas tão parvas e desesperadas, e tão elaboradas que só podiam correr mal. O esquema final então, não sei como é que a Brooke achou que ia funcionar. O Graham não é estúpido e já estava a perceber o que se estava a passar; e a Emma não é menina para cair nos braços do Reid tão facilmente, apesar de estar tão frágil; portanto, mesmo que o Reid não tivesse tido o seu arrependimento no final, duvido que as coisas tivessem terminado de maneira diferente.

O próximo livro parece que se foca no Reid e numa nova personagem. Tenho e não tenho, ao mesmo tempo, vontade de o ler. Gosto desta autora, mas o Reid fez tanta asneira que eu não sei como é que pode ser redimido, ou se o merece. E pelo excerto que vinha no fim deste livro, a personagem feminina do terceiro livro parece ser tão "Miss Goody Two Shoes", como os americanos dizem... tão "vamos tornar o mundo melhor", e ao mesmo tempo tão crítica dos outros, sem os tentar compreender ou lhes dar uma oportunidade. Sei que o livro deve dar um passo na direcção de tornar ambos melhores pessoas, mas nunca vi duas personagens que começam um livro sendo tão irritantes.

Páginas: 352

Editora: Penguin

1 comentário:

  1. Either wishing your family, friends Happy Birthday or for wishing them luck on their recently achieved success gifts are the best complements. Send Gifts to India and connect with the different corners of India along with the online service of gifts provided by www.giftstoindiashop.com

    ResponderEliminar