quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Anjo Mecânico de Cassandra Clare

Sinopse: A magia é perigosa, mas o amor é ainda mais perigoso.

Quando Tessa Gray, uma rapariga de dezasseis anos, atravessa o oceano para se reunir ao irmão, o seu destino é a Inglaterra do reinado da rainha Vitória e aventuras aterrorizadoras aguardam-na no Mundo-à-Parte de Londres, onde vampiros, bruxos e outras personagens sobrenaturais palmilham as ruas iluminadas a gás. Apenas os Caçadores de Sombras, guerreiros que se dedicam a livrar o mundo de demónios, conseguem manter a ordem no caos.

Raptada pelas misteriosas Irmãs Escuras, membros de uma organização secreta chamada Clube Pandemonium, Tessa depressa fica a saber que também pertence ao Mundo-à-Parte e que possui uma habilidade rara: o poder de se transformar, quando quer, noutra pessoa. Além disso, o Magister, a figura misteriosa que dirige o clube, tudo fará para reclamar o poder de Tessa para si.

Sem amigos e perseguida, Tessa refugia-se junto dos Caçadores de Sombras do Instituto de Londres, que juram encontrar-lhe o irmão se usar o seu poder para os ajudar. Em breve se sente fascinada, e dividida, entre dois amigos: James, cuja beleza frágil esconde um segredo mortal, e Will, um rapaz de olhos azuis, cujo humor cáustico e temperamento volúvel mantêm toda a gente da sua vida à distância… ou seja, toda a gente menos Tessa. À medida que a investigação os vai arrastando para o âmago de uma conspiração tenebrosa que ameaça destruir os Caçadores de Sombras, Tessa percebe que poderá ter de escolher entre salvar o irmão e ajudar os seus novos amigos a salvar o mundo… e que o amor pode ser a magia mais perigosa de todas.

Opinião: O que é que posso dizer? A Cassandra Clare arrastou-me completamente para o mundo dos Caçadores de Sombras outra vez. Adorei os personagens, a história, o ambiente steampunk... tudo!
 
Algumas críticas que têm sido feitas a este livro é a parecença entre as personagens desta e da outra trilogia. Admito que há paralelismos - mas as diferenças são suficientes para serem para mim personagens completamente diferentes. É muito giro no entanto reconhecer os apelidos da trilogia original e estabelecer as relações familiares.
 
Sinto sobretudo que há uma maior carga de melancolia e tragédia na construção das personagens. Para já, todos os jovens que vivem no Instituto de Londres são órfãos. Temos a Jessamine, comparada à Isabelle, se bem que a primeira é mais obececada em ser normal e não ser Caçadora de Sombras.
 
Temos também o Jem, que "substitui" o Alec e o Simon, mas ao mesmo tempo não me parece se identificar com nenhum, pois é mais calmo e filosófico e estóico. O Henry e a Charlotte dão o que faltava na outra trilogia - uma mais forte presença adulta - e são muito engraçados, ele o cientista maluco, ela a mulher que se tenta afirmar numa época difícil para as mulheres.
 
Dos dois protagonistas, aquele que mais se parece com o protagonista original é a Tessa, parecendo-se muito com a Clary na questão de ambas descobrirem sobre si algo muito importante que não sabiam, e a indefinição que daí deriva. Os protagonistas masculinos parecem um pouco mais diferentes. Ambos têm umas saídas altamente hilariantes, mas o Will tem uma maneira de falar mais indisciplinada e tem um lado mais perigoso e trágico.
 
Gostei muito do ambiente, e a reviravolta à volta do vilão é curiosa - pergunto-me o que terá em manga e o será que sabe sobre Tessa e a sua natureza. O ambiente vitoriano atrai-me muito e a combinação com características steampunk dá-lhe algum futurismo ao mesmo tempo.
 
O enredo pode levar "a arrancar" um pouco para alguns leitores, sobretudo para aqueles mais interessados em conhecer os Caçadores de Sombras desta época, mas eu quando peguei no livro foi arrancar em alta velocidade até ao fim. Agora tenho que suspirar até ao fim do ano pelo próximo.
 
Uma última nota. Adoro a capa. E há outra coisa, não sei se é deliberado ou se é pela mudança de tradutor, ou se já acontece assim no original, mas nota-se alguma mudança na escolha das palavras que traduzem termos específicos do mundo dos Caçadores de Sombras, o que acaba por denotar a época diferente em que o livro se passa. Em geral, gostei.
 
Título original: Clockwork Angel (2010)
 
Páginas: 392
 
Editora: Planeta Manuscrito
 
Tradutora: Inês Castro

4 comentários:

  1. Buy Books Online 24x7. Visit http://www.buybooksonline24x7.com

    ResponderEliminar
  2. Não, não, não posso ler esta opinião! *medo dos spoilers*

    ResponderEliminar
  3. Lol. Consideras análise dos personagens spoiler? É que assim não leias os parágrafos 3, 4, 5. Os outros digo do que gostei mas não falo em acontecimentos específicos do enredo, por acho que não se considera spoiler. Vá não leias o 6º parágrafo também por precaução. :P

    ResponderEliminar
  4. Ahah xD está quase, quase a chegar a vez do Anjo Mecânico na minha pilha "a ler", por isso daqui a nada eu volto para ler todos os parágrafos!

    ResponderEliminar