sábado, 16 de fevereiro de 2013

Curtas: mais BD

X-Factor Forever, Louise Simonson, Dan Panosian, Eric Nguyen
Um what if? que pega na última história escrita por Louise Simonson para os X-Factor, e leva-a por um caminho diferente. Uma história muito interessante, estou vagamente familiarizada com as histórias desenvolvidas nesta revista, e foi recompensador perceber melhor os personagens Apocalipse e Senhor Sinistro. (O Diário do Apocalipse é muito bom neste aspecto.) E elabora mais um bocadinho sobre a situação da Jean Grey, do Ciclope, e do filho deles.

Não creio que este volume precise dos dois últimos números da revista X-Factor escritos pela Louise Simonson, têm uma muito boa história e dão-nos a conhecer personagens secundários (quase figurantes) de X-Factor Forever (e têm a Mariko Yashida!), mas não afectam em nada a história principal. Gosto da arte, especialmente no segmento do Diário de Apocalipse, em que o desenhador usa um desenho carregado de traços para sugerir as sombras; mas também me cativou a interpretação do desenhador principal dos X-Men presentes.

Iron Man Noir, Scott Snyder, Manuel Garcia
Adoro o estilo desta história, pega nalguns pontos cruciais do Homem de Ferro e transporta-os para o fim dos anos 30, num enredo recheado de artefactos místicos e Nazis a perseguirem os nossos heróis. Temos um Tony Stark em busca de algo que resolva o seu problema de coração, temos o Rhodes, e temos a Pepper Potts, no papel de jornalista e nova cronista das aventuras do Tony. Aparição especial do Namor, que me divertiu pela maneira como foi concebida.

A criação da armadura do Homem de Ferro não fica aqui descabida, já que estamos à beira duma Segunda Guerra Mundial, e tanto o interesse dos Nazis como o final sugere que a armadura terá um papel nela. O uso  O guião do primeiro número contido no fim do livro é interessante por mostrar quão desenvolvidas as ideias estão na fase de escrita.

Doomwar, Jonathan Maberry, Scot Eaton
Uma história excitante, por opor o Dr. Destino a Wakanda e os seus soberanos, no controlo de um metal singular (Vibranium). As motivações do Dr. Destino e as razões por que faz aquilo que faz são reveladas, e são mais puras do que se esperava. No entanto, os seus métodos continuam a ser maléficos, numa aplicação do ditado "os fins justificam os meios".

Apreciei a história e o desenho, embrenhei-me nos meandros da mesma, mas algumas incongruências desviaram-me a atenção. A certa altura diz-se que as Dora Milaje (guarda-costas do soberano de Wakanda) são finitas, qualquer coisa como 500, mas elas continuam a aparecer como se tiradas duma cartola. A aparição e desaparição de alguns X-Men no início/meio da história também é singular, tendo em conta que voltam a aparecer na prancha final. À parte isso, gostei de ver alguns heróis convidados, especialmente o Deadpool.

Wolverine - The Reckoning, Daniel Way, Marjorie Liu, Scot Eaton, Will Conrad, Stephen Segovia, Mierco Pierfederici
Uma história que reúne dois personagens do passado do Wolverine, e conta como ele lida com ambos. (Uma maneira bastante final, diria, mas nada dura para sempre no mundo dos comics...) Interessante por desvendar mais um bocadinho do passado do Wolverine. Os dois últimos números contidos neste livro relatam uma história à parte, mas aliciante, sobre o Wolverine enfrentar os seus demónios.

O primeiro número também tem o seu interesse, pela aparição do Nocturno e pela retrospectiva sobre a Mariko Yashida. Gostei bastante da arte em geral, e do desenho e coloração em particular duma história stand-alone mais para o fim, com o Daken como protagonista...parecia quase uma pintura.

Sem comentários:

Publicar um comentário