segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Selo Óscar Literário

A Rita do A Magia dos Livros (Obrigada Rita!) passou-me este selo, que se baseia em escolhermos, de entre os livros que lemos este ano, um que encaixe em cada categoria. Duas coisas: a) só um? b) isto vai ser difícil... e longo. Não vou ser capaz de escolher um só livro. Possivelmente vou só nomear e linkar a opinião dos livros em questão, porque senão nunca mais saio daqui. E são muitos, mesmo.

Melhor Livro

Vou destacar alguns muitos livros... menos é impossível.

Melhor Autor

Ah... a Ally Condie e a Diana Peterfreund foram uma boa surpresa, especialmente em termos de escrita. A Cassandra Rose Clarke, a Lia Habel e a Leigh Bardugo também, mais nos mundos que criaram. A Cassandra Clare e a Rachel Vincent continuaram a torturar-me como ninguém. Adorei o humor da Cora Carmack e da Darynda Jones. A Jane Austen e a Juliet Marillier continuam a ser favoritas. A Jennifer L. Armentrout continua a deliciar-me e a escrever como louca. A Sarah J. Maas e a Tahereh Mafi continuam ali a cativar-me e a deixar embrenhar-me nos seus mundos.

Melhor Protagonista Masculino

Ah... quero dar este ao Graham do Between the Lines, e do Where You Are, da Tammara Webber, porque é um rapaz adorável e com um feitio cá dos meus. E ao Warner, do Unravel Me, da Tahereh Mafi, que pode ser um psicopata de primeira, mas é tão divertido lê-lo. E diz umas coisas tão giras. E o Will do Príncipe Mecânico, e do Clockwork Princess, da Cassandra Clare é tão traumatizadinho, coitado, o que o torna tão interessante de ler.

Melhor Protagonista Feminina

Celaena do Crown of Midnight, da Sarah J. Maas, adoro-te, querida, por seres tão fofinha e badass ao mesmo tempo. Ananna, de The Assassin's Curse e The Pirate's Wish, da Cassandra Rose Clarke, também és bastante fixe. Saba, do Estrada Vermelha, Estrada de Sangue, da Moira Young, és uma resmungona adorável. Charley Davidson, (série das Campas da Darynda Jones) também resmungas muito, e és sarcástica, e és refrescantemente honesta. E já agora, Bliss do Losing It, da Cora Carmack, adorei as tuas trapalhadas e neuroses. E a titular Scarlet do Scarlet, da Marissa Meyer, que tem pêlo na venta.

Melhor Personagem Secundário Masculino

Finalmente uma fácil, é o Sturmhond do Siege and Storm, da Leigh Bardugo. Este personagem é tão memoravelmente fabuloso que precisa da categoria toda só para ele. Só lendo para perceber.

Melhor Personagem Secundária Feminina

A Cookie dos livros da Darynda Jones é bem gira, e tem uma paciência de santa para aturar a Charley. A Marjani de The Assassin's Curse, e The Pirate's Wish, da Cassandra Rose Clarke, é bem badass e ao mesmo tempo elegante e um apoio para a Ananna. Iko, de Cinder, e Scarlet, da Marissa Meyer, és a melhor amiga robótica que uma cyborg pode ter. E já agora a titular Voz de A Voz, de Anne Bishop, pelas suas características únicas.

Melhor Arte de Capa

Ai...há livros tão giros, mesmo lindos, e eu perco-me por capas giríssimas. Aqui vão algumas das minhas favoritas:

Melhor Mundo Criado

Alguma prevalência de distopias e pós-apocalípticos, pois tenho lido alguns livros nestes géneros devido a um desafio... e acabei por escolher mundos-novos-para-mim, isto é, de livros/séries que comecei a ler este ano.

Melhor Título

Aqui vou enumerar alguns que acho que encaixam bem na história, ou têm algum tipo de trocadilho/menção no título, e talvez um ou outro que ache bonitos.

Melhor Final

Bem... aqui vão aqueles finais que me deixaram a hiperventilar de choque. Ou completamente louca de impaciência. Ou a chorar que nem uma madalena arrependida. Ou simplesmente feliz. Mesmo feliz. Enfim, há de tudo.

Sem comentários:

Publicar um comentário