terça-feira, 18 de junho de 2013

A Escola Nocturna - O Legado, C.J. Daugherty


Opinião: Céus, que montanha-russa. Se há coisa que a autora sabe fazer, é criar uma história completamente absorvente e intensa, envolvendo-nos numa teia de desconfiança e mentira, e fazendo-nos suspeitar de tudo e todos. Ainda estou a recuperar do stress de desconfiar de todos os personagens e das suas motivações.

Elogiei a autora na opinião do primeiro livro por ter escolhido como cenário um internato, e continuo a adorar a sua escolha. Um ambiente tão restrito gera uma micro-sociedade muito interessante, especialmente quando lhe juntamos as características únicas da Escola Nocturna. Adoro este aspecto da narrativa, e a autora só peca por nos revelar coisas sobre a Escola Nocturna e o antagonista principal, Nathaniel, a conta-gotas.

A Allie, a personagem principal, tem que enfrentar neste livro não só o conflito externo que ameaça a Escola Nocturna, mas também em grande medida conflitos internos. A posição em que está é frágil, por não estar a par de tudo o que ameaça Cimmeria e a Escola Nocturna, e acho que isso faz com as suas desconfianças e inseguranças a levem a tomar certas decisões com que não concordo, apesar de as respeitar. Se há coisa que gosto na Allie é que ela é a sua própria pessoa, sem se deixar influenciar e controlar, e toma as suas decisões por si, não pelos outros, mesmo que esteja a fazer uma asneira gigantesca.

É uma personagem mais activa, que reactiva, e gosto disso, por não esperar que as coisas lhe aconteçam. Gosto da sua bravura, da sua atitude descomplicada e da sua tentativa de fazer a coisa certa. Espero que a teia de desconfianças e inseguranças em que se viu envolvida neste livro lhe permita evoluir no próximo, e ganhar mais controlo sobre o seu destino.

Sobre o, er, "triângulo amoroso", bem... é complicado. A relação entre a Allie e o Carter corre mal, por causa dos dois, e o modo como acontece deixou-me assim a modos que pasmada. Quero dizer, o Carter tem o seu momento palerma-ciumento-e-possessivo, quando tenta forçar a Allie a deixar de ver uma pessoa por causa dos ciúmes, e aí eu estava preparada para lhe oferecer um par de patins. Mas a Allie acede ao pedido dele, e as coisas correm mal a partir daí, nem sendo propriamente por causa do comportamento consequente dele, mas mais por causa das desconfianças e inseguranças da Allie que mencionei ali em cima. Eu percebo que ela sentisse que ele não a estava a apoiar em certos momentos, mas não posso concordar exactamente, tendo em conta que em boa parte ele até tinha razão. Quero dizer, enviar duas miúdas sozinhas em patrulha resultou nas últimas 30 páginas do livro, e que bem que isso correu, não foi?

Achei que a Allie estava demasiado pronta em deixar de confiar nele logo no início, e acaba por ser ela a ter comportamentos não leais para com ele durante uma boa parte do livro. Portanto, acho que isto correu mal em parte por causa da atmosfera em que a Allie se encontra, que a deixa pronta a deixar de confiar nas pessoas, e em parte porque temos dois palermas que não se conseguem sentar e conversar sobre os seus problemas. Porque este é o tipo de coisa que se teria resolvido se ao menos conversassem, parece-me. Não sei. Como disse, fiquei parva com toda a situação. Tenho de louvar a autora, em nenhum momento eu achei que isto fosse irrealista, a maneira como ela o expôs é muito convincente, e é assim que as pessoas (e os adolescentes) se comportam na vida real, tanto que eu estou frustrada com estes personagens como estaria frustrada com dois amigos que se portassem da mesma maneira fizessem escolhas com as quais eu não concordasse.

E depois temos o Sylvain francês estúpido. Nunca na minha vida conseguiria deitar para trás das costas o que ele fez no primeiro livro, por mais arrependido que se mostre. Acho que suspeitaria sempre dos motivos e acções dele. Contudo, suponho que compreendo porque a Allie o fez, apesar de não concordar (e de ter vontade de a abanar para ver se ganha juízo). Também não os vejo a ter grande futuro, porque apesar da atracção, consigo ver a cabeça da Allie cheia de dúvidas e ainda a pensar no Carter, e não sei como é que isso pode alguma vez ser uma boa base para uma relação.

A relação da Allie com algumas das outras personagens fascina-me. Com a Rachel mantém uma boa amizade, apesar de agora alguns assuntos não poderem exactamente ser discutidos entre ambas. Tenho pena de dizer isto, mas consigo ver a autora, no futuro, a revelar potencialmente a Rachel como o espião, apesar de gostar muito dela, porque está numa posição privilegiada para descobrir muita coisa para o inimigo. A Jo, apesar do comportamento que teve no outro livro, é uma personagem que dá gosto seguir. Tenho pena do percurso dela, e do que lhe aconteceu para a deixar no estado em que ficou. Deixa-me triste ver o que lhe acontece ao longo de ambos os livros. A Jules... bem, eu gosto dela, e do seu comportamento aparentemente correcto e leal, mas é outra que podia ser o espião, pela sua posição na Escola Nocturna. Adorei conhecer a Nicole, porque fugiu um bocadinho ao estereótipo que eu estava à espera que fosse, e afinal foi uma boa surpresa.

A Isabelle deixa-me dividida. Parece confiar na Allie e gostar mesmo dela, mas ao mesmo tempo não está a contar-lhe tudo, e se há momento em que a Allie devia saber tudo, era agora, porque está no meio desta tempestade. O elenco de professores deixa-me em dúvida, porque quase todos podiam ser o espião. Menos o Zelazny, porque com o comportamento horrendo dele era demasiado óbvio. (Ah, foi divertido vê-lo rastejar quando descobre de quem a Allie é descendente.) A Lucinda, essa personagem elusiva, aparece muito pouco, infelizmente. Gostava de ver a Allie a desenvolver uma relação com ela, mas também consigo ver 1001 maneiras de a relação de ambas correr mal, a acreditar na experiência da mãe da Allie, por isso fico expectante em conhecer melhor a Lucinda. O Raj, pai da Rachel e especialista em segurança, foi uma boa adição ao elenco, mas gostava de o ver mais, porque sinto que não o conhecemos bem.

E pronto, o que podemos tirar daqui é que eu fiquei paranóica com este livro, que me fez desconfiar de toda a gente num ponto qualquer da história. O facto de não se conhecer o endgame do antagonista, e de muito acerca da Escola Nocturna e da família da Allie ainda estar envolto em mistério só contribui para esta atmosfera de thriller, apesar de a história em si não ter muita acção.

Portanto, parabéns e obrigada, C.J. Daugherty, por conseguires escrever um livro do qual foi difícil desgrudar-me, apesar de toda a atmosfera de suspeição, um livro que me pôs a virar as páginas como se não houvesse amanhã, mesmo quando os personagens estavam a dar comigo em doida, um livro viciante, contra todas as minhas expectativas. Suponho que os melhores livros são os que nos deixam assim. A minha esperança neste momento é que a editora portuguesa pegue no terceiro livro, quando sair em Outubro, e o publique o mais rapidamente possível, porque a expectativa vai matar-me.

Título original: Legacy (2013)

Páginas: 400

Editora: Alfaguara (Objectiva)

Tradução: Ana Mendes Lopes

20 comentários:

  1. Hmm estes livros parecem interessantes!! Quantos vao ser?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São tão giros. :D

      Até agora, estão publicados dois, tanto em inglês como em português. Vai sair um terceiro em inglês em Outubro. E creio que a autora tem contrato para cinco. ^_^

      Eliminar
  2. Oooh. Tenho ouvido dizer que é parecido com a Casa da Noite (não gosto muito desses), mas parece interessante. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, é parecido com a Casa da Noite no sentido em que ambos se passam numa escola em modo internato, porque de resto, acho que nem por isso. Este não tem um pingo de coisas sobrenaturais, os miúdos metem-se em sarilhos e armam-se em detectives, e tem um peso maior no mistério e no suspense, naquela sensação de que vai tudo correr mal a qualquer momento.

      O triângulo amoroso tem o potencial para correr mal, mas até agora estou a achar interessante o modo como ela o está a escrever, porque detesto um dos rapazes por uma coisa que ele fez, mas ela tem-no escrito duma maneira mais ou menos convincente... é uma coisa que me deixa um bocado dividida. :S

      Eliminar
  3. Wow a moça da capa parece mesmo a Anna Kendrick :O

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca tinha pensado nisso, mas suponho que se parecem um bocadinho. ;)

      Eliminar
  4. sabem onde baixar ?:((((((((((((((((((((((((((((((((((((((((((((((

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia... eu comprei o meu na Fnac online, com oferta do primeiro livro.

      Eliminar
  5. Olá, eu já tenho os dois livros, amo simplesmente esta série... Por acaso não sabes de alguma previsão para o lançamento do terceiro e do quarto em português? Estive à procura mas não encontrei nada... :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adorei os dois livros, mas entretanto não saiu mais nenhum... :/ Não sei de nada sobre o lançamento de futuros livros da série, pelo menos a editora não lançou nada, e também não são daquelas editoras que estão no Facebook e afins e que têm um bom contacto com o público, por isso não sei onde será possível inquiri-los, possivelmente só e-mail... :S

      Eliminar
    2. Pois... É uma pena... Esta série é realmente boa.. Enfim, Obrigada! :)

      Eliminar
    3. Oi vocês tem o livro 2 download. Tenho o primeiro só falta o segundo

      Eliminar
  6. geeeente, onde vcs acharam o 2??? eu estou louca, proucurando o 2 e nao o acho!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não "achei" o livro, fui a uma livraria e comprei-o.

      Eliminar
  7. Não consegui encontrar em nenhum site o livro...na biblioteca tbm não tem...queria muito ler o segundo =/

    ResponderEliminar
  8. Quem tiver o pdf em portugues ��
    De todos os livros, manda pro meu e-mail. . luanarasolua@gmail.com

    ResponderEliminar
  9. Quem tiver o pdf em portugues ��
    De todos os livros, manda pro meu e-mail. . luanarasolua@gmail.com

    ResponderEliminar
  10. Alguém envia pra mim o segundo livro em PDF... Por favor
    misslillyb37@gmail.com

    ResponderEliminar